Aviso

USE O LINK ACIMA PARA CONTATO SOBRE EVENTUAIS ENFRENTAMENTOS DE FASES NEGATIVAS, TROCA DE EXPERIÊNCIAS, BUSCA DE REEQUILÍBRIO.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Jubileu de ouro de uma jornada


Hoje atingi o jubileu de ouro da presente jornada no plano físico. Faz 50 anos que respirei fora do templo materno e iniciei mais um ciclo de experiências e aprendizado.
A não ser pelas óbvias limitações do veículo denso, mal percebi que tanto tempo já passou...
A vida neste orbe não é fácil para ninguém. Não tenho notícia de ninguém que tenha passado tanto tempo aqui isento dos tributos e atribulações da luta diária.
Mas se há as inevitáveis contrariedades, há também vívidas recordações de momentos belíssimos, edificantes, nos quais pude alcançar, ao menos, a sensação de ter feito algo por aqui.
Agradeço a Deus por todas as pedras do caminho.
Agradeço à Vida pela generosa oferta de situações e circunstâncias.
Agradeço a todos que me atingiram com pedras, pelo ensino inestimável com que me adestraram na persistência e tenacidade.
Lamento por todos os meus fracassos e as decepções que certamente causei.
Lamento pelas falhas de meu caráter, pelos medos que senti, pelas palavras que omiti.
Lamento pelo bem que deixei de fazer.
Mas, fundamentalmente, peço ao Plano Maior que continue concedendo generosamente as imerecidas oportunidades de ascensão.
Que Deus cuide sempre de minha esposa, que eu amo com todo o meu espírito, de meus filhos, que eu amo com toda minha alma, e de todos os que, de uma forma ou de outra, tenham ou venham a ter comunhão nesta jornada em que todos nos enredamos no esforço comum.
Não imagino atingir outro jubileu.
Mas permito-me pensar que muito tempo já passou e há muito a se realizar ainda.
EsoEstudos - Estudos Esotéricos Livres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos livres em nossos pensamentos, opiniões, convicções. Seja bem-vindo! --- Obs.: tendo recebido comentários ofensivos sob o véu do anonimato, vi-me obrigado a não permitir mais mensagens sem identificação. Peço a compreensão dos amigos que aqui já postaram como anônimos antes, mas, infelizmente, nem todos têm senso de urbanidade e cidadania.