Aviso

USE O LINK ACIMA PARA CONTATO SOBRE EVENTUAIS ENFRENTAMENTOS DE FASES NEGATIVAS, TROCA DE EXPERIÊNCIAS, BUSCA DE REEQUILÍBRIO.

domingo, 24 de outubro de 2010

Ciência do Conceito Imaculado - Elizabeth C Prophet

Há um conceito ensinado por Elizabeth Clare Prophet (Summit Lighthouse) que é de grande interesse para a conquista de uma postura cosmoética saudável e que nos direciona para o equilíbrio da Serenidade.


É a ideia de CIÊNCIA DO CONCEITO IMACULADO.


Vejamos esse conceito sem preocupações terminológicas com a obra de origem. Usemos os termos a que estamos acostumados.


A condição de Espíritos humanizados, dentre vários outros aspectos, é sustentada pela vertente de energia que advém dos planos mais elevados, nos quais origina-se o fenômeno Vida Evolucionária. Reconhecer isso implica em ver no semelhante um Ser de Luz que vivencia existência nos planos mais densos, recolhido no corpo físico. Vem daí uma consequência muito relevante do ponto de vista cosmoético. Nossos semelhantes são centelhas divinas em evolução e assim devem ser vistos sempre.


Como exemplificado pela Srª. Prophet (obra "Chaves para o seu Progresso Espiritual" - edição da Summit Lighthouse do Brasil), as mães em geral praticam esse tipo de valoração cosmoética em relação aos seus filhos.


De fato, a mãe sempre vê o seu filho como um "anjo", um ser iluminado por quem devota profundo Amor. Mesmo quando usa das necessárias corrigendas que a educação responsável exige, jamais deixa de saber, e de ter certeza, de que ali está um ser de luz profundamente amado.


Eis aí a grande magia da Fraternidade.


Temos que dar um passo a mais. Um passo bem grande mas possível. Temos que ver em todo e qualquer semelhante um ser de luz que merece ser profundamente amado...


Ainda não temos estatura espiritual para amar a um estranho como a um filho; mas devemos desde logo ir nos adestrando na ampliação de nossa capacidade de amar. Iniciemo-nos com a noção de que todos os seres criados são imaculados. Todos os erros, males e atitudes danosas, criminosas, malévolas, devem ser vistas e sobre elas deve recair as consequências justas e inevitáveis; no entanto, não devemos deixar que nosso sentimento em relação ao criminoso, mesmo quando hedionda a conduta, seja de ódio ou do sedutor e envenenante desejo de vingança...


O criminoso cruel é uma centelha divina tanto quanto nossos filhos...

Difícil praticar essa postura? Não... Dificílimo!


Mas lembremo-nos de que o criminoso também é um filho profunda e igualmente amado pelo Pai Eterno de todos nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos livres em nossos pensamentos, opiniões, convicções. Seja bem-vindo! --- Obs.: tendo recebido comentários ofensivos sob o véu do anonimato, vi-me obrigado a não permitir mais mensagens sem identificação. Peço a compreensão dos amigos que aqui já postaram como anônimos antes, mas, infelizmente, nem todos têm senso de urbanidade e cidadania.