Aviso

USE O LINK ACIMA PARA CONTATO SOBRE EVENTUAIS ENFRENTAMENTOS DE FASES NEGATIVAS, TROCA DE EXPERIÊNCIAS, BUSCA DE REEQUILÍBRIO.

sábado, 28 de julho de 2012

Bonobos, maníacos sexuais de outrora...

Na postagem anterior, duas informações complementam-se em seu conteúdo esotérico. A identidade genética dos bonobos em relação aos humanos é espantosamente alta. Da mesma forma, segundo o rosacrucianismo de Heindel, compõem coletividade degenerada cuja retomada evolutiva jaz guardada para a próxima ronda, ou período planetário (nenhuma ovelha se perderá).

Para relembrar: Bonobos...

Quem quer que leia sobre bonobos saberá que a vida dos grupos se assenta na plena liberdade sexual. Raramente há conflitos, tudo se resolvendo pela busca constante de prazer sexual. Já houve notícia de bonobos machos que ficam, por assim dizer, excitados na presença de mulheres... A languidez decorrente dos seguidos desafogos pode bem ser observada também.

É o que ocorre com os evolucionários que, atingida a humanidade, optam pela reiteração descriteriosa da busca de prazer sexual. O êxtase sexual compreende movimentação imensa de energias em todos os níveis conscienciais. Se bem dirigida essa energia, desperta, ativa e intensifica os chakras superiores; se desperdiçada nas sensações meramente prazerosas, alimenta apenas os chakras inferiores, o que leva, depois de muito tempo, à reativação dos ciclos que já se havia ultrapassado --- é a degeneração.

Claro que isso não implica em degeneração definitiva... Mas gera atraso e o ser não pode continuar na mesma onda de vida dos que, mal ou bem, conseguem seguir adiante.

Os bonobos são nossos irmãozinhos descuidados de si...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos livres em nossos pensamentos, opiniões, convicções. Seja bem-vindo! --- Obs.: tendo recebido comentários ofensivos sob o véu do anonimato, vi-me obrigado a não permitir mais mensagens sem identificação. Peço a compreensão dos amigos que aqui já postaram como anônimos antes, mas, infelizmente, nem todos têm senso de urbanidade e cidadania.